Week 24 – Making of | Semana 24

(portuguese below)

I don’t remember at which point I realized the importance of building a good image library during this project. But even if it has taken me a while, now I know. Up until now all my projects had been done largely without photoshop. At the most I would use it in my Childhood Project to erase the logos and words on the kid’s school uniforms. However, on this current project I have made heavy use of photoshop in order to turn what I see in my imagination become real in the images I make. Because I’ve always loved a good DIY I really dislike the idea of using other people’s images, namely stock photos, for my art. I know, I know, never say never. 😀 But I will try to stick to it for as long as I can.

Valya Lupescu’s quote was one of those that stayed in my small moleskine for a while until the idea for it was fully formed. Once it did, though, I knew what I had to do. Since the book’s main character is an older woman, a grandmother, and because I never agreed with the idea that only young women are attractive and your beauty is inversely proportional to your age and wrinkles, I made up my mind to call one of my beautiful older friends. She took a little to convince, but once she decided, she went for it. By the way, she is also an artist and an engineer. A great combination, don’t you think?

I knew I already had the images I would need for the background and the image making so I set out to make my model’s image as close to it as it could be in order to fit well with the background I would have to create around her. So I set things up outside to make use of the gorgeous natural light we had that afternoon. I had asked her to bring a couple of dresses and once we decided which one to use I arranged a piece of fabric with almost the same color and feel as a skirt since the dress itself was shorter than I liked.

I spread out the orange/yellow tarp beneath her because I didn’t want the red from the floor tiles to interfere with the color of my image. However, I didn’t want it to be too yellow, hence the white fabric in front of her. 😉

Making of-3small blog

The image below is the kind of shots I got from that set up. I was very pleased and we had such fun during the shoot! 🙂

Cynthia-1small blog

Making of-1small blog

Once that part was done I had to edit all the pictures, including the ones I intended to use for the background and other elements of the final image. I believe I must have used about 10 images to make the final one.

The image of the waterfall was taken back in April when I went to shoot a friend’s birthday party. I was so glad I was already aware of the importance of building a good image bank because I took a good number of pictures that I used this time around!

Week 24 - Cynthia-13small blog

As you can see, it was a beautiful area! Who would have thought there was a place like this in Jaguariaíva, Paraná? Too bad we didn’t have enough time to swim!

Week 24 - Cynthia-19small blog

Having experienced a period of depression I connected with the idea on the quote about tears of healing. All that pain that is pent up behind your eyes needs to flow out of you. Or else it turns toxic in your body and makes you die inside. So I wanted the image to give show how important it is for the pain to be released and if we can work with it, even bring about something beautiful and good from it.

I hope this image speaks to you as the quote spoke to me. And if you’re curious about how all these images turned into one, here’s all the hours I spent sped up in just under 3 minutes for you to see. 🙂


Não me lembro em que ponto percebi a importância de montar uma boa biblioteca de imagens para este projeto. Mas, mesmo que tenha demorado um pouco, agora eu sei. Até hoje todos os meus projetos eram feitos praticamente sem o uso do Photoshop. No máximo eu usava o programa para apagar os logos e nomes de escola nos uniformes das crianças em meu Projeto Infância. No entanto, neste projeto tenho feito uso pesado dele para fazer com que aquilo que vejo em minha imaginação se torne verdade nas imagens que faço. Como sempre amei um bom projeto de Faça-você-mesmo não gosto da idéia de usar as imagens de outras pessoas, especialmente fotos de banco de imagens, para a minha arte. Eu sei: ‘nunca diga nunca’, mas vou continuar tentando ao máximo utilizar somente minhas próprias imagens. 🙂

A frase de Valya Lupescu foi uma das que ficou um bom tempo no meu caderninho até que a idéia da imagem se formasse. Uma vez que isto aconteceu, eu sabia o que tinha que fazer. Como a personagem do livro é uma mulher mais velha, já avó, e como nunca concordei com o mito de que somente mulheres jovens são atraentes e sua beleza é inversamente proporcional a sua idade e número de rugas, decidi chamar uma das minhas amigas mais velhas. Demorou um pouco para convencê-la mas quando topou, entrou de cabeça! Além de minha modelo do dia, Cynthia também é artista plástica e engenheira! Ótima combinação, não acha?

Eu já sabia quais imagens precisaria para o fundo e outros elementos portanto busquei deixar a imagem da modelo o mais próxima possível da imagem onde iria inseri-la. Como o fundo era um campo ao ar livre montei tudo para fotografar do lado de fora com a linda luz natural que tivemos naquela tarde. Pedi ainda que ela trouxesse alguns vestidos para vermos qual seria melhor para fotografar. Escolhemos um deles e arranjei um tecido da mesma como saia já que o vestido era mais curto do que eu gostaria.

Coloquei a lona alaranjada/amarela embaixo porque não queria que o vermelho da lajota espirrasse a cor errada na minha imagem. Mas como não queria que a imagem ficasse amarela demais coloquei o pano branco na frente como você pode ver na primeira imagem.

A segunda imagem é o que via com a minha câmera com o setup que tinha. Fiquei muito feliz com o resultado e nos divertimos muito durante o processo. 😀

Terminado o ensaio editei todas as fotos, incluindo as que queria usar para os outros elementos da imagem para dar o mesmo feel e cor. Devo ter usado umas 10 imagens para criar a imagem final.

As imagens da cachoeira foram feitas em Abril, quando fui fotografar o aniversário de uma amiga. Ainda bem que já tinha entendido a importância de montar uma boa biblioteca de imagens porque muitas das fotos que fiz por lá acabaram fazendo parte desta imagem!

Como você pode ver pelas últimas fotos do post, é uma área linda! Nunca imaginaria que encontraria uma lugar assim em Jaguariaíva, no Paraná! Pena que não deu tempo de nadar! 😀

Como já passei por um período de depressão me conectei com a idéia na frase de que as lágrimas podem ajudar a produzir cura. Toda a dor presa dentro de você precisa sair ou se torna tóxica e te mata por dentro. Assim queria que a imagem mostrasse a importância de se liberar a dor. E se soubermos trabalhar com ela, poderemos produzir coisas bonitas e boas por causa dela.

Espero que esta imagem fale com você como a frase do livro falou comigo. E se você está curioso sobre o processo que tornou todas estas 10 imagens em uma só, no vídeo você pode ver todas as horas que gastei condensadas em menos de 3 minutos. 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *